VIPER Live in São Paulo… sem palavras

Lotação esgotada… obrigado, São Paulo!

Sem palavras para descrever o show de São Paulo. Ao longo desses 25 anos desde o lançamento do ‘Soldiers of Sunrise’, posso dizer que já tocamos em muitas cidades em todo o mundo. Ser recebido nessas outras cidades é sempre algo emocionante, imaginar que aquele som que a gente fazia sem pretensão alguma na garagem mexe com pessoas em lugares tão distantes e culturalmente diferentes. Mas tenho que confessar que ser recebido como fomos ontem em nossa própria cidade, entre nossos amigos e fãs de longa data, foi simplesmente incrível.

Acho que estávamos devendo um show desse nível para a nossa querida cidade, que sempre nos acolheu e que nos deu a estrutura para seguir em frente. São Paulo é maravilhosa, não importa o que digam nem o que os imbecis governantes se esforçam para estragar. Não vão conseguir, jamais!

Claro que havia uma certa ansiedade, pelo menos de minha parte. O Via Marquês, palco do show de ontem, é uma casa bem grande, com capacidade para quase duas mil pessoas. E nosso último show por aqui foi há uns bons anos, os discos estão fora de catálogo e só voltamos um pouco à mídia recentemente, após o anúncio da volta. Mas o primeiro show anunciado foi justamente no Via Marquês, portanto não sabíamos exatamente se aquele era um passo adequado ou maior que as pernas. Felizmente deu tudo certo e o show foi sold out, esgotado. Obrigado a todos que estiveram lá.

Foi uma aposta nossa, mas também uma aposta do Wikimetal, produtora da turnê. Os caras acreditaram nessa ideia e nos convenceram a seguir em frente, então podemos dizer que ‘a culpa’ também é deles… e posso dizer, sem sombra de dúvida, que a produção estava impecável. Muito provavelmente foi o melhor show do Viper em termos de produção… já em relação ao show em si, acho que quem estava na plateia tem melhores condições de julgar do que eu…

Um abraço também ao diretor Maurício Eça e à produtora Dogs Can Fly, que filmaram imagens lindas para o futuro DVD ao vivo da turnê do Viper. Tinha até uma grua me sobrevoando, no início fiquei assustado porque achei que era alguma nave do ‘Alien’, sei lá… (acho que eu estava meio desacostumado com isso). Por falar nisso, alguém tem alguma sugestão para o nome do DVD? Não consigo tirar ‘Viper Live in São Paulo’ da cabeça, embora obviamente essa não seja a opção mais original do mundo. Mas quem disse que nós temos que ser originais? Talvez seja a hora de esquecer a criatividade e fazer uma direta homenagem a essa cidade sensacional, reconhecer que tudo o que somos também é reflexo de ambiente multicultural onde vivemos…

Afinal, foi graças a esse monstro urbanoide que nos conhecemos, não? Nas cidades pequenas, as crianças brincam nas ruas, vivem mais livres. Mas em São Paulo só nos resta brincar nos playgrounds dos prédios… e foi aí que o Viper surgiu. Tem sido uma honra tocar com esses caras tão legais, que eu conheço há tanto tempo, e que conheci justamente devido à particularidade paulistana de brincar com os amigos do prédio. Quem diria que esses amigos lotariam um show 25 anos depois de lançar aquele longínquo primeiro disco? Ninguém diria, o destino só é fácil de adivinhar quando a gente olha para trás. O que o futuro nos reserva? Não tenho a menor ideia. Mas sei que vamos lançar, finalmente, um DVD ao vivo filmado em um show na nossa cidade, nas nossas ruas, um lugar onde temos orgulho de ter nascido e que nos deu a oportunidade de sermos quem somos.

São Paulo, eu te amo.

Fonte: http://www.palavradehomem.com.br/?p=1940

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s