Viper: “com certeza temos muito trabalho pela frente”

Em entrevista exclusiva ao site Road to Metal, o baterista Guilherme Martin (VIPER), conta sobre a volta da banda, as novas datas da turnê e a previsão de um futuro álbum.

Confira alguns trechos da entrevista:

RtM: O Viper foi uma das bandas pioneiras do Heavy Metal no Brasil, lançando álbuns que não ficariam marcados apenas na cena nacional, mas na internacional também. Mas a partir do álbum “Coma Rage” (1994) a banda começava a mudar a sua sonoridade. Vocês sendo considerados uns dos ícones do Heavy Metal no Brasil, como chegaram à conclusão de compor o álbum “Tem pra Todo Mundo” lançado em 1996?

Guilherme Martin: O Viper sempre procurou inovar em composições e tentar reinventar a banda. O Pit [Passarel, baixista e vocalista] sempre foi um compositor que estava a frente de seu tempo, naquela época em 1996, achamos que seria um bom momento para o Viper dar uma mudada no estilo, é um álbum que foi criticado, mas fez parte de nossa carreira e com certeza chamou a atenção por todas as mudanças visionárias da época.

RtM: A banda se apresentou em São Paulo, dia 1º de julho, onde foi feito as filmagens para um futuro DVD. Como foi este primeiro show? Em entrevista à Roadie Crew, vocês deram ao entender que teriam apenas o mês de julho para atividades com a banda e que não há planos para um disco inédito. Como você imagina que soaria um álbum da banda hoje, com a atual formação após décadas de separação? Ainda, o grupo tem mais datas confirmadas ou em negociação?

GM: Bem, a entrevista para a Roadie Crew foi bem no começo do projeto, hoje em dia temos datas já para o mês de setembro se confirmando, por este motivo ainda não tenho como anunciá-las, mas isto será feito muito em breve [até a data da postagem da entrevista, a banda já havia confirmado os primeiros shows da segunda parte da turnê]. É uma boa pergunta, esta sobre como soaria um álbum de músicas inéditas, acredito que o Viper está em uma grande fase, todos nós amadurecemos muito como músicos, contaríamos com o Hugo, que é um grande guitarrista, e teríamos o Pit e o Andre compondo. Acho que com esta fórmula, teríamos um trabalho novo impecável, mas estamos, como disse, dando tempo ao tempo.

RtM: Hugo Mariutti chegou ao Viper pela sua proximidade com Andre Matos. Como está sendo ter uma formação clássica de volta, mas com um integrante completamente novo? O fato da história dele ao lado do Andre pós-Viper não causa nenhum estranhamento?

GM: Pelo contrário, o Hugo se tornou além de um grande amigo, um integrante do Viper, Ele foi muito bem vindo desde o começo e é um grande prazer tê-lo conosco nesta nova história do Viper.

Para conferir a entrevista na íntegra acesse o link:
http://roadtometal.com.br/2012/08/entrevista-viper-celebrando-sua.html

Para conferir a versão em inglês acesse o link:
http://roadtometal.com.br/2012/08/interview-viper-pioneer-of-brazilian.html

Fonte: Road to Metal

Fonte: Viper: “com certeza temos muito trabalho pela frente” – Novidades (Notícia) http://whiplash.net/materias/news_836/160837-viper.html#ixzz23FtWWSF7

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s