Release- Angra Original 1993

ANGRA é uma palavra que começa e termina com a letra “A”, o que lhe dá um significado singular. Além de ser de fácil memorização e grande impacto, significa “deusa do fogo” na mitologia indigina tupiniquim. Além do mais ANGRA em português, ou Creek em inglês, significa uma enseada ou pequena baía usada como porto natural, cercada por ingremes escarpas.

Da mesma forma, o grupo ANGRA é seguramente uma enseada de boa musica, com um fogo magico sempre pronto para conquistar os ouvidos mais seletivos.

Composta por musicos de formação acadêmica, mescla peso e velocidade do heavy metal com melodia e harmonia das escolas eruditas, provocando uma natural releitura à musica pesada. Cada composição deste grupo é como uma pedra preciosa que, de uma idéia bruta, é laboriosamente lapidada e polida até alcançar o máximo resplendor.

A banda nasceu da grande e sincera amizade de 5 amigos que costumavam se encontrar para fazer ” jam sessions” e tocar suas musicas favoritas. Cada um tinha seus proprios projetos, mas todos convergiam para um ponto: fazer o que gostavam da melhor forma possível.

Luis veio da banda Firebox, uma tradional e pesada banda de heavy metal de São Paulo, e uma das mais respeitadas no cenario do rock brasileiro. No Firebox, a palavra ordem era “virtuosismo”, e foi durante sua estadia de 2 anos nesta banda que Luis se desenvolveu como baixista e trouxe para o ANGRA não só sua tecnica e vistuosismo, mas tb uma pegada pesada e forte. De fato , uma esplendida combinação.

Rafael veio da extinta banda Spitfire, onde seu trabalho já primava por um rebuscamento melodico maior, e , desde aquela epoca, Rafael já dominava a composição de temas melodicos e liricos. Alem disso, é um bom violonista clássico e passou mais de um ano nos Estados Unidos estudando musica e adquirindo experiencia em corais e orquestras. Quando voltou, tinha material nas maos e muitoa vontade de ser bem sucedido na sua nova banda, “ANGRA.

Marco tambem pertencia ao Spitfire, onde tocava com Rafael. É um excelente baterista porque, além de dominar com precisão os diversos ritmos e a busca da perfeição, é tambem interessado em percurssão. Suas linhas ritmicas são sempre inusitadase criativas, nunca caindo no erro de ser repetitivo.É um baterista que procura não fazer apenas barulho, e sim, tocar pesado com muita classe.

Kiko é um guitarrista nato e extremamente virtuosistico. Porém, nunca deixa que esse virtuosismo sufoque seu lado criativo tornando-o escravo da tecnica, e sim, que apenas o auxilie a criar frases repletas de bom gosto. Sua formação musical é essencialmente jazzistica, sua ultima banda, o Legalize, é uma respeitada banda de jazz-rock no Brasil. Porém sua real identidade está mesmo num som mais rápido e melodico: o ANGRA.

Kiko e Marco tocaram juntos como musicos contratados durante os ultimos dois anos acompanhando uma grande banda pop brasileira, onde percorreram toda a América do Sul em centenas de shows, alguns dos quais chegando a tocar até para 100 mil pessoas. Experiencia de palco é o que não falta.

André veio da internacionalmente VIPER, do qual participou do último disco, Theater of Fate, que levou a banda aos primeiros lugares das paradas no Japão, além de ser considerada banda revelação naquele país. A musica Moonlight, uma adaptação da famosa sonata de beethoven, composta por André, fo uma das composições do VIPER a alcançar os primeiros postos da super renomada revista BURRN. Isso sem contar as ótimas críticas recebidas pela imprensa de todo o mundo. Sua saída do VIPER se deu essencialmente por divergencia de ordem musical. Enquanto André pretendia que as coisas no VIPER continuassem se desenvolvendo baseadas nas melodias e na influencia clássica, o resto do grupo convergia mais para um som mais simples e cru. Esta decisao foi crucial para a carreira de André. Ele parou para se dedicar exclusivamente aos estudos de musica classica, tanto como pianista como cantor. Isso fez desenvolver-se muito. Uma vontade crescente de voltar à cena fez com que encontrasse as pessoas certas no tempo certo.

O ANGRA foi formado por uma série de coincidencias e afinidades. A banda surgiu oficialmente em novembro de 1991. Com apenas alguns meses de existência, conseguiu produzir muito material de qualidade e obter resultados fantásticos em sua primeira demo-tape, Reaching Horizons, gravada em 24 canais em Julho de 1992, contendo 6 músicas.

A proposta do ANGRA é fazer um heavy metal melódico e muito variado, calcado principalmente nas influencias de musica classica e dos ritmos e sonoridade exoticas, isso sem deixar de lado o fator peso. A banda é dona de um ecletismo incomparável, onde passa por todos os estilos sem qualquer preconceito ou dificuldade. No meio de tantas coisas parecidas, o ANGRA traz as armas certas para vencer: originalidade, criatividade, ousadia, força e qualidade.

É uma banda que veio para ficar, para fazer história.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s