2014/10/03 – ANDRE MATOS E BANDA SINFÔNICA JOVEM DO ESTADO @ AUDITÓRIO DO IBIRAPUERA – SÃO PAULO/SP

Andre Matos, músico que dispensa maiores apresentações, que além de sua carreira solo tem brilhantes participações com o VIPER, ANGRA e SHAMAN, sem contar o VIRGO, participações no AVANTASIA, entre outras. Além de tudo que já foi citado, o músico também um trabalho bem interessante como vocalista participante da orquestra Sinfônica Jovem do Estado, e com ela se apresenta tocando clássicos incondicionais do Rock Mundial.

Galeria de Fotos: Facebook.

Andre Matos - 133

Esse formato é conhecido, e com grande sucesso apresentando a obra Tommy, do grupo THE WHO, dessa vez foi palco do Auditório Ibirapuera que recebeu os mitos e lendas do Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda, a ópera-rock de Rick Wackeman, ex-tecladista do grupo de rock progressivo YES junto a Keith Emerson do fantástico EMERSON LAKE E PALMER.

Auditório do Ibirapuera obviamente obteve lotação máxima com todos os seus 806 lugares rapidamente tomados, deixando muita gente de fora, pois os ingressos eram por ordem de chegada, deixando os fãs que pegaram transito ou algum tiveram problema no caminho de fora. Isso, claro, entristece qualquer fã que vá a caminho de um espetáculo e não consegue entrar, mas certamente terão outras datas no futuro e estaremos sempre divulgando quando as mesmas forem divulgadas.

Andre Matos - 158

No horário marcado e após as campainhas avisando que o espetáculo se iniciaria em 10 minutos, 5 minutos e no minuto zero, é explicado as normas de segurança para finalmente começar a apresentação com toda a sinfonia e no final entrar a regente Mônica Giardini, onde após um belíssimo instrumental, houve a entrada de Theóphilo Augusto Pinto nos sintetizadores, o supracitado André Matos junto a Rubinho Ribeiro nos vocais, Marco Prado na guitarra,Itamar Colaço no baixo e Lilian Carmona na bateria.

Por parte de toda banda houve uma brilhante interpretação de clássicos do progressivo, e com a adição da orquestra, tudo tornou-se mais abrilhantado: as quedas de ritmos, as viradas, e com um vocal mais grave de Rubinho Ribeiro contrastando com o vocal mais lírico de André Matosem perfeita sintonia.

Andre Matos - 216

Várias vezes durante a apresentação imaginei ele cantando “Carry On” ou “Nothing to Say” em versão orquestrada, mas claro que isso não ocorreu. Na metade do set tivemos um acréscimo de mais ou menos 80 pessoas, com a entrada de um coral,  que na parte final ganhou um tom a mais seguindo dessa forma até a finalização do espetáculo.

Uma ideia brilhante: clássicos do rock com uma nova roupagem; realização em belíssimos lugares com som e iluminação perfeitos, sendo eventos gratuitos na maioria das vezes; André Matos, que no caso, consegue reforçar ainda mais seu talento com esses trabalhos; e destaque também a toda a orquestra, onde ilustraremos através do trio de flautistas os parabéns a toda Sinfônica Jovem do Estado.

Andre Matos - 073

 

Andre Matos - 253

 

Andre Matos - 155

 

Andre Matos - 158

 

 

Fonte: http://www.ailhadometal.com/reviews/andre-matos-e-banda-sinfonica-jovem-estado-auditorio-ibirapuera-sao-paulosp-03102014/

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s