2002/09/06 – Shaman em Uberlândia

London Pub – Uberlândia/MG (06/09/2002)
Por: Vanessa Versianni

Vou falar um pouco sobre o show do Shaman aqui em Uberlândia, onde moro.
O show rolou no dia 6 de setembro, véspera de feriado, no London Pub, uma casa com capacidade para umas mil pessoas.
Eu curto Angra há alguns anos e, com a saída do Andre, do Ricardo e do Luiz da banda, também passei a gostar do Shaman. Mas até o dia do show eu não conhecia muito do trabalho desta banda.
A vontade de ouvi-los e vê-los era tanta que fui sozinha ao show. Não tive tempo de descobrir alguém que eu conhecesse que ia ao show pois descobri que o mesmo ia acontecer poucas horas antes. A banda já devia estar na cidade.
A moça que atendeu ao telefone quando liguei pro London me informou que o show deveria começar à meia noite. Cheguei lá por volta de 23:40h.
Não uso relógio, mas creio que o show começou por volta de meia-noite e meia. Não houve nenhuma outra banda tocando no London Pub naquela noite. A seqüência das músicas (pelo que me informaram) foi a seguinte:
Ancient Winds
Here I Am
Distant Thunder
Time Will Come (a primeira música que eu já conhecia)
For Tomorrow (nunca ouvi nada tão perfeito!)
Wings Of Reality
Lisbon (mais uma canção que eu já conhecia… linda).
Guitar solo
Jam
Drums Solo (muito forte… adorei… o Ricardo jogou as baquetas e elas caíram nas mãos de uns caras perto de mim).
Blind Spell
Over Your Head
Fairy Tale (muito bonita… descobri que é trilha da novela das 7 da Rede Globo (O beijo do Vampiro). Como não sou amiga de novelas, não ouvi essa música na tv ainda).
Pride
Ritual
Burn (do Deep Purple)
Living For The Night (do Viper)
Sinto falta, nessa lista, do solo de teclado do Andre Mattos. Este solo foi feito quase às 2h da madrugada, antes da primeira saída da banda.
Eu me sentia “mais em casa” quando eles tocavam sons dos tempos de Angra, como “Lisbon”, ou “Time Will Come”, que é do Shaman mas eu já conhecia. Mas quando tocaram “For Tomorrow” (que eu ainda não conhecia) eu vibrei de emoção. A música é linda. Uma melodia fantástica, que começa suave e depois mostra todo o peso do metal com um baixo que se destaca, alternado com uma guitarra perfeita do Hugo. A partir desta música, não parei de observar o guitarrista Hugo Mariutti em ação. Adoro guitarras e ele foi perfeito durante todo o show. Teve uma presença de palco muito legal, assim como o Andre, mas talvez até mais simpático que o guitarrista da banda. Mais perto do fim do show tentei chegar à primeira fila de fanáticos e ficar mais perto de meu novo ídolo (Hugo Mariutti)… E talvez conseguir a palheta dele… Mas só consegui vê-lo bem de perto. Fiquei realmente muito perto dele e do Andre Mattos. Nessa hora me arrependi de não ter levado a máquina fotográfica (que estava sem filme).
Depois de “Living for the Night” (música que o Andre tocava nos tempos do Viper), eles saíram do palco uma vez mais. A galera implorava para que a banda tocasse “Carry On” e “Painkiller”. Eles voltaram tocando “Carry On”. Eu pirei total. Pertinho de meus ídolos, que eu adoro há mais de 5 anos, ouvindo “Carry On”, uma de minhas músicas preferidas, clássico do Angra. Na seqüência tocaram “Painkiller”, do Judas Priest. O London Pub quase foi abaixo nessa parte final do show (durante as músicas “Carry On” e “Painkiller”).
Após o fim do show a banda se despediu e ficaram no palco dando autógrafos para o público. Pela segunda vez me arrependi de algo durante o show. De algo que eu não fiz. Agora me arrependi de não ter levado nada “autografável”.
O show terminou depois das 2:30h da madrugada. Já eram quase 3h (não sei o horário exato, mas eram mais de 2:30h e ainda não eram 3 da madruga). Cheguei em casa às 3h, ainda com o som do Shaman vibrando em meus ouvidos.
De modo geral, o show foi ótimo, valeu cada centavo… Só não gostei de eu não ter levado máquina fotográfica e algum papel para a banda autografar. Saí de lá já pensando em ir ao show deles em BH. Mas este foi adiado. Com certeza, quando for confirmado show do Shaman em BH eu vou fazer o possível para ir. Desta vez vou preparada.

Set List:

– Ancient Winds
– Here I Am
– Distant Thunder
– Time Will Come
– For Tomorrow
– Wings Of Reality
– Lisbon
– SOLO Hugo Mariutti
– Instrumental
– SOLO Ricardo Confessori
– Blind Spell
– Over Your Head
– SOLO Andre Matos
– Fairy Tale
– Pride
– Ritual

– Burn (Deep Purple)
– Living For The Night (Viper)

– Unfinished Allegro
– Carry On
– Painkiller (Judas Priest)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s