2013/12/15 – Andre Matos: comemorando 20 anos de “Angels Cry” em São Paulo

ANDRE MATOS

Carioca Club, SP/SP (15/12/2013)

 

Texto por Alessandra Martins e Graziela Albuquerque e fotos por Costábile Salzano Jr.

 

Quando o último show da turnê de Andre Matos, em comemoração aos 20 anos do lançamento do álbum Angels Cry (Angra), foi anunciado na cidade de São Paulo, era esperado que fosse um concerto especial, mas, ao final da noite, o saldo foi de um show memorável, com o público além de satisfeito e já nostálgico.

 

A abertura da noite ficou a cargo da nova banda de Vitor Rodrigues (vocal/ex-Torture Squad), VoodooPriest, que trouxe um repertório cheio de surpresas, divulgando o EP homônimo, que estará nas lojas neste ano — e ainda tocando clássicos de sua antiga banda.

 

Após o VoodooPriest sair do palco, era a vez de Andre Matos e sua banda quebrarem tudo.

 

Já na música intro (Masked Ball – Jocelyn Pook) a agitação da galera era nítida, porém quando o maestro do metal, como é conhecido pelo seu público, toma seu lugar no palco, todos vão ao delírio. A música que abre o set é Liberty, do seu mais recente CD de 2012, The Turn Of The Lights.

 

Seguida de I Will Return (Mentalize, 2009), a vibração só aumenta. E então Course Of Life, também de seu último CD, Rio (Time To Be Free, 2007), a música título deThe Turn Of The Lights…  E o primeiro momento emocionante da noite: começa a soar nos PAs o canto gregoriano conhecido pelos fãs, introdução à Fairy Tale (Ritual, 2002), clássico do Shaman, que ganha uma aura mítica quando interpretada por seu compositor original. Simplesmente fantástico ver a recepção que esta música tem.

 

Após a muito boa Stop!, mais um momento único: Lisbon (Fireworks, 1998, Angra), cantada em uníssono pelo público que lotava o Carioca Club.

 

Rodrigo Silveira é o responsável pelo próximo ato do show, trazendo seu solo de bateria, aquecendo o público para On Your Owne o hino absoluto do Viper, Living For The Night (Theater Of Fate, 1989).

Andre Matos quase não precisa cantar a letra de clássico, pois seus leais seguidores o fazem.

 

Com a banda cada vez soando melhor ao vivo, as músicas de suas outras bandas ficam cada dia mais perfeitas nas mãos desses músicos altamente competentes.

 

No meio da música, além da já costumeira apresentação da banda, Andre volta a frisar que não troca sua banda por nenhuma, frustrando, assim, os sonhos daqueles que ainda acham que ele deveria voltar ao Angra e Shaman.

 

Uma breve pausa e Unfinished Allegro é ouvida, prelúdio ao maior clássico do heavy metal nacional já composto até hoje, Carry On, do Angra. E se inicia a celebração do Angels Cry.

 

O espetáculo se dá na sequência do álbum, um verdadeiro desfile de clássicos, e mostra uma banda que nada deixa desejar ao instrumental original e um vocal perfeito, apesar de 20 anos terem se passado, com músicas executadas a perfeição em seu tom original.

 

Além de Carry On, os pontos altos desta parte da apresentação são a música título Angels CryStand Away (a música identidade de Andre Matos) e Wuthering Heights(de Kate Bush). Destaque, também para os solos de Hugo Mariutti e André “Zaza” Hernandes.

 

Normalmente, o show se encerria com a derradeira Lasting Child, porém, dessa vez, seria diferente. E como prometido anteriormente pelo vocalista, voltam para o bis.

 

A banda começa a puxar outro clássico do álbum Ritual (2002), do Shaman: For Tomorrow. Andre deixa seu público cantar, matando saudade dessa época tão gloriosa de sua carreira. Porém, só os deixa com gostinho de quero mais, executando, quase a capella, a primeira parte da música.

 

Na sequência, volta a conversar com o público, que faz gracinha sobre antigos companheiros de outras bandas e, mais uma vez, afirma que está no mercado para ficar. E anuncia a próxima música do set list, explicando que ela é um bônus (do seu último) CD para o Japão e as exigências das gravadoras nipônicas: Fake Plastic Tress (Radiohead) é executada. Então uma música que não era tocada desde a turnê do Reason (2005/06 – Shaaman): Distant Thunder (também do Ritual). A reação dos fãs foi imediata, cantando a plenos pulmões.

 

Creeping Death, do Metallica, é a próxima surpresa. E mais surpresa ainda é quando Andre Matos entrega seu microfone para que o aniversariante daquela semana, Hugo Mariutti, assuma os vocais.

 

Dando continuidade ao desfile de surpresas, mais um bônus japonês é executado: do Time To Be FreeSeparate Ways (Worlds Apart), do Jouney e, para fechar com chave de ouro, a faixa de abertura do Holy Land (1996, Angra), Crossing/Nothing To Say, encerrando, assim, um show que certamente ficará na memória daqueles que lotaram o Carioca Club nesta noite, após três horas e meia de muita troca de energia e um parada interminável de clássicos.

 

A banda ainda recebeu fãs para o Meet & Greet, que se estendeu até altas horas da madrugada.

 

Andre Matos fecha o ano de 2013 com um saldo mais que positivo. A sua turnê comemorativa contou com quarenta show, sendo que em abril foi headliner do Festival Abril Pro Rock e foi a atração (juntamente com o Viper) de maior público do último dia do Rock in Rio 2013, realizando seu sonho de participar do festival.

 

Para 2014, após o descanso merecido, deve regressar ao Brasil para o lançamento do DVD da To Live Again Tour 2012 com o Viper. E ainda podemos esperar sua participação no projeto Soulspell, do baterista Heleno Valle.

 

AndreMatos_SP_CS (1).jpgAndreMatos_SP_CS (2).jpgAndreMatos_SP_CS (3).jpgAndreMatos_SP_CS (4).jpgAndreMatos_SP_CS (5).jpgAndreMatos_SP_CS (6).jpgAndreMatos_SP_CS (7).jpgAndreMatos_SP_CS (8).jpg

Fonte: http://www.rockbrigade.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=10719:andre-matos-comemorando-20-anos-de-qangels-cryq-em-sao-paulo&catid=5:destaque&Itemid=10

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s